fbpx

Resumo e tradução da entrevista de Hugo Barra no LeWeb, a primeira em público

Desde o dia de sua transferência para a Xiaomi, Hugo Barra trabalhou duro e falou pouco, e é por isso que sua primeira entrevista pública na conferência "A Web"Em Paris, em dezembro, tem um interesse especial.

Deixo-o para a minha tradução resumida do vídeo (longo).


Hugo-barra[Limpar]

Na China

Depois de uma pequena apresentação e saudações, Hugo começa a arrebatar alguns dos dados que adquiriu nos dois meses (reais) que ele morava fisicamente na China. Uma nação surpreendente, "um universo paralelo" que todos os dias não deixa de surpreendê-lo de forma a forçá-lo a manter um diário para identificar as singularidades que ele conhece.

Em seguida, começa a tirar dados impressionantes sobre o fenômeno da evolução da China: milhões 600 de usuários da Internet e milhões 500 de smartphones que dobraram nos últimos meses do 6!

Abaixo está um resumo de empresas, aplicativos e serviços, novamente números impressionantes! Como os do comércio eletrônico TaoBao, que é mais que o dobro do eBay e da Amazon juntos. Como diz Barra, “na China as proporções devem ser redefinidas”.

Palavras entusiasmadas para o serviço WeChat. Todos os chineses com um smartphone usam este serviço, e também a vida (da Barra) e totalmente focada nesta aplicação. Um software completo e bem feito, uma rede social global que, no entanto, permite algumas características únicas. Por exemplo, lembre-se de Barra, no mês passado, a Xiaomi conseguiu vender através dessa plataforma bem a unidade 250.000 em minutos 10.

flautim excurso na paisagem florescente de AppStores alternativos, quase 100 na China. Como você sabe, o PlayStore na China foi banido, favorecendo o desenvolvimento de alternativas, incluindo o dos Xiaomi App Store. A pergunta do entrevistador é interessante, o que corretamente pergunta por que a Apple AppStore é permitida. A resposta é tão simples quanto alarmante: o Apple AppStore permite que você aplique as restrições necessárias (Censure, ndr), em vez disso, a PlayStore está "muito" livre.

Em Xiaomi

Finalmente, então, a questão: Por que você queria deixar o Google?

Hugo confessa que cavalgou a "tempestade perfeita" de sua vida. Ele sempre teve o desejo de viver na Ásia e, em particular, de conhecer melhor a China por causa de algumas peculiaridades incríveis, algumas das quais foram descritas acima. Além disso, nos últimos 3 anos seu trabalho esteve focado exclusivamente na Internet e agora ele queria se testar na gestão mais global de um negócio, neste sentido Xiaomi era a melhor oportunidade que poderia lhe acontecer.

O Xiaomi nasceu como uma casa de software, mas evoluiu para produzir o smarphone "em torno de" seu software (MIUI) com um modelo de negócios semelhante ao da Apple, controlando e direcionando cada etapa da realização de seus dispositivos. É como se, segundo a Barra, enfrentássemos o dinamismo do Google na criação de software com a capacidade da Apple de criar dispositivos.

Hugo então dedica alguns minutos a apresentar jóias para casa Xiaomi, M3, M2S e HongMe, apontando o baixo custo incrível do mesmo.

O entrevistador também pergunta se nós nunca veremos seus produtos distribuídos (oficialmente) fora da China. A resposta é sim sim e é uma das razões pelas quais Hugo Barra foi contratado. Não será fácil, mas Xiaomi tem como objetivo alcançar o mesmo sucesso em todo o mundo na China.

Hands up acredita que Hugo Barra fez a escolha certa! 

[youtube id = "mZsvJUa9FpI" largura = "600 ″ altura =" 340 ″ posição = "esquerda"]

Logotipo TelegramVocê está interessado em OFERTAS? Siga nosso canal TELEGRAM! Muitos códigos de desconto, ofertas, algumas exclusivas do grupo, em celulares, tablets e tecnologia.

Blogger, mas acima de tudo apaixonado por tecnologia. Eu faço parte de uma geração que passou do tubo de raios catódicos para os smartphones, fazendo-me testemunhar uma evolução tecnológica sem precedentes. Desde 2012 assiduamente siga a marca Xiaomi com convogliarsi de vários projetos que ele me levou para perceber XiaomiToday.it, a casa de todos os italianos Xiaomisti. Escrever: [email protegido]

Subscrever
notificar
convidado
0 comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários
XiaomiToday.it - ​​A comunidade italiana de produtos Xiaomi
Logotipo
Comparar produtos
  • total (0)
comparar
0